Fraternidade dos Discípulos de Jesus

Em 1950, organizada a Escola de Aprendizes, aqueles que neste ano iniciaram em 1951 eram servidores e em 1954 se tornaram discípulos da Fraternidade, após o Espírito Razin ter sugerido, em 1952, a criação da Fraternidade.

Iniciados na tarefa de disseminar o Evangelho através da vivência cristã, alguns deles, depois de darem exemplos de trabalho, amor ao próximo e humildade, oferecendo testemunhos derradeiros do Evangelho Redentor, passaram para o plano espiritual. Como é natural, foram se agrupando segundo a sintonia desenvolvida no estudo e na vivência do amor ao próximo.

Quando o Comandante Edgard Armond voltou à espiritualidade, encontrando os companheiros, começou a organizar tarefas de reeducação e reconforto a fim de que nós, os encarnados, pudéssemos, inspirados por eles, continuar fazendo da Escola de Aprendizes a
“Oficina do Amor”, procurando, na convivência fraternal, nos dar oportunidade de multiplicar nossa capacidade de amar.

Em 1992, os dirigentes da Federação Espírita do Estado de São Paulo e da Aliança Espírita Evangélica, inspirados pelo Plano Maior, convidaram todos os discípulos encarnados para juntos festejarem os 40 anos da Fraternidade. Com certeza não sabiam que estavam sendo instrumentos da Divina Bondade para que todos tomássemos parte em um grande evento da mais sublime espiritualidade.

No dia 17 de maio de 1992, os companheiros que lotavam o salão Bezerra de Menezes ofereceram um contingente vibratório harmoniosamente luminoso. Foi-nos proporcionada a possibilidade de visualizar os emissários de Maria de Nazaré oferecerem um trevo de luz ao Comandante Edgar Armond, outorgando-lhe a responsabilidade de liderar a Fraternidade dos Discípulos de Jesus no Brasil.

Continuemos pedindo ao Mestre e a Maria de Nazaré a força necessária para que, respeitando os seus ensinamentos, não julgando nossos companheiros, antes procurando ajudá-los, como Jesus nos auxilia, merecer, com humildade, sermos chamados de seus discípulos.

Nossa Fraternidade já conta com mais de uma centena de companheiros no Espaço. Sempre que um discípulo desencarna recebe o auxílio precioso dos nossos irmãos para analisar a própria situação e buscar, na tarefa redentora, a possibilidade de servir a Deus, amando os filhos Seus.

Notas:

*Criada em maio de 1952, a Fraternidade dos Discípulos de Jesus foi inaugurada na Federação Espírita do Estado de São Paulo no dia 4 de março de 1954.

*Sob a orientação de Edgard Armond, a Aliança Espírita Evangélica foi fundada em 4 de dezembro de 1973, com o objetivo principal de difundir a Escola de Aprendizes do Evangelho, segundo o planejamento original traçado pela Espiritualidade Superior.

*O Salão Bezerra de Menezes é um auditório da sede da Federação Espírita do Estado de São Paulo, no bairro paulistano de Bela Vista.

*O trevo de três folhas simboliza a Fraternidade do Trevo, dirigida pelo Espírito Razin. Emprestou este símbolo à Fraternidade dos Discípulos de Jesus, com a colocação de suas iniciais (FDJ) em cada uma de suas folhas.

Martha Gallego Thomaz, Histórias das Fraternidades – Fraternidade Assistencial Esperança

About these ads
Esse post foi publicado em As Fraternidades e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.