Valores Enganosos

A beleza física dura um momento. A beleza espiritual aumenta sempre, chegando a um esplendor para nós inconcebível.

A força orgânica declina com a idade. A força espiritual cresce mais e mais: “As obras que eu faço, também vós fareis, e ainda maiores”, disse o Divino Mestre.

A graça e a leveza de uma bailarina desaparecem em poucos anos. O Espírito que se vai purificando e libertando da matéria, alcança extrema sutileza; transporta-se a qualquer ponto do universo, em fração de segundo e jamais volta a encarnar em corpos densos e pesados.

O prazer físico encerra-se no monótono binômio desejo-satisfação que, fatalmente, conduz à saciedade e ao esgotamento. As satisfações espirituais renovam-se, crescem, multiplicam-se e variam ao infinito.

O riso nunca anda longe da lágrima. Um perfeito equilíbrio do Espírito lhe garantirá a perfeita serenidade que nem ri nem chora, pois nele reside a divina harmonia.

André Luiz

Na Seara do Evangelho – Editora Aliança

Esse post foi publicado em Textos e Mensagens e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.