A Mediunidade e o Homem

A mediunidade do homem é uma oportunidade de servir, principalmente no campo espiritual. A comunicação entre encarnado e desencarnado, ou vice-versa, proporciona meios diversos de restaurar os sentimentos em desacerto, quando esta faculdade se firma nos princípios do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Podemos dizer que a mediunidade cristã se alimenta na alvorada do amor. Se buscas o desenvolvimento dos teus dons mediúnicos, companheiro, não te esqueças de fazer uma revisão interior, vê e sente o que vens fazendo da vida. E se não estiverdes dentro dos princípios da moral evangélica, trabalha em ti mesmo, acertando pensamentos e corrigindo idéias, aprimorando sentimentos e educando a conversa, no sentido de que a tua vida trilhe as linhas do amor, e de que esse amor inspire caridade, que te possa levar a paz ao coração. Começa atenuando os inconvenientes dos teus impulsos inferiores e passa a dominar os instintos em desencontro com a moralidade, cauterizando as chagas abertas pelo ódio, abençoando os ofensores com a força do amor, expurgando os inimigos do ciúme e da inveja, alimentando a confiança e o desprendimento dentro da moderação, que nasce sempre da humildade.

Toda mediunidade em exercício cria sensibilidade maior, que poderá ser desviada, recepcionando forças das trevas. Para evitar isso, não deves esquecer da segurança mediúnica, da vigilância dos teus dons.

Intenta, quantas vezes forem precisas, reformas de todos os tipos. Regenera-te em todos os sentidos, fundindo e refundindo os valores da alma do Mestre, porque quem anda com ele, está seguro nas suas caminhadas e jamais perde a direção da vida.

Companheiro, quando exercitas a mediunidade, muitas estações de energias se movimentam em teu corpo físico, e muitos centros espirituais se encadeiam sob o comando da tua vontade. Pensa bem no que estás fazendo com esses dons, e se duvidas onde está o caminho certo, ora e procura o Mestre dos mestres, que Ele, mesmo aparentemente distante de ti, tem recursos para orientar-te com segurança, porque ninguém fica órfão do Seu amor.

O homem com a mediunidade em Cristo, sentirá a glória de Deus.

João Nunes Maia pelo Espírito Miramez, Segurança Mediúnica – Ed. Fonte Viva

Esse post foi publicado em Educação Mediúnica e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.