A Palavra diante dos Animais

Falar com os animais é gesto antigo dos homens de todos os tempos, e essa conversação vem sendo aperfeiçoada com o perpassar dos evos. As plantas nos compreendem, assim como sentem bem-estar com a nossa palavra de carinho. Os animais, sendo espécies de maior evolução que estas, levam as criaturas humanas a empreenderem todos os esforços possíveis para compreendê-los melhor, dentro da sua faixa de evolução. Se gostas dos animais, procura encetar com mais propriedade o seu despertar de consciência, mesmo pertencendo ao nível de adormecimento temporário.

Os animais não devem ficar mais nas fímbrias da ascenção humana. É de compreensão comum nos dias em que vives, que eles, nossos irmãos menores, andem conosco passo a passo, desfrutando dos meios favoráveis ao seu despertar espiritual, ajudados pelos homens que avançam na dianteira, deslocando-os do debrum da convivência física. Como não usar da palavra em bom sentido para educar esses nossos amigos? Eles são fiéis quando encontram sinceridade no comando dos seus superiores. Os seres humanos, em relação aos animais, são anjos, cabendo-lhes o dever de guiá-los, na grande extensão do instinto à razão, e essa operação disciplinar se faz com a ajuda da palavra, desde que esta seja igualmente educada na escola do amor.

Aproximam-se os tempos em que serás médico de ti mesmo, como também dos outros que ainda não tiverem alcançado esse valor terapêutico, cuja fonte existe dentro de cada ser, e lhe pertence eternamente. E é a palavra, nas suas infinitas modalidades, o veículo divino da divina essência espiritual, nas suas divisões correspondentes às necessidades das criaturas. O magnetismo animal será então um servo, em qualquer empreendimento do bem, da verdade e do amor, sem que possas medir tempo e espaço para praticares a caridade. Mas, tudo isso acontecerá quando o espírito estiver vivendo nos padrões da conduta do Cristo. E, para desenvolver mais as tuas capacidades de curar, ajudando a tua palavra com as idéias e pensamentos, deves fazer uso constante de leituras espirituais de alto valor, porque elas têm a sagrada missão, também, de desenvolver em ti, a palavra mental.

Assim, caminharás de forma segura para um futuro glorioso onde a mente pode esquecer a boca e somente comunicar-se pela voz dos pensamentos, cumprindo assim as profecias, de um só rebanho, um só pastor, um só entendimento e uma só linguagem. Porém, antes de chegar a esse tempo, vamos escutar a palavra do Evangelho, no sentido de abrir caminho para o porvir: ” A vossa palavra seja agradável, temperada com sal, para saberdes como deveis responder a cada um”. (Colossenses, 4:6). Não somente responder, como também falar a cada coisa, a cada ser vivente.

E é nessa fonte de esperanças, que deves conversar com os animais, para que eles desfrutem também do empuxo evolutivo do reino dos homens. Tem muito cuidado no falar, que eles são sensíveis e podes feri-los, de sorte a perder todo o teu trabalho. Fala com carinho, e que teus sentimentos participem dessa virtude. Fala com amor, e que teu coração seja a fonte dessa glória. Fala com alegria, e que todo o teu ser comungue com essa nesga dos céus, que se expressa no teu rosto. Deves compreender que nada se perde na extensão da vida, todo esse labor voltará para o teu coração como herança valorizada, formando um todo para a tua felicidade.

João Nunes Maia pelo Espírito Miramez – Horizontes da Fala – Ed. Fonte Viva

Esse post foi publicado em Os Animais e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s