Sintonia na Mediunidade

A questão da sintonia vibratória é de real importância nos cometimentos da educação. À medida que o estudo faculta o conhecimento dos recursos medianímicos, a compreensão da vivência pautada em atos de amor e caridade fraternal propicia um eficaz intercâmbio entre os Espíritos e os homens, que dos últimos se acercam atraídos pelos apelos, conscientes ou não, que lhes chegam do plano físico.

Dínamo gerador e antena poderosa, o cérebro transmite e capta as emissões mentais que procedem de toda parte, num intercâmbio de forças ainda não necessariamente catalogadas, que permanecem sem o competente controle capaz de canalizá-las para finalidades educativas de alto valor.

Nesse contubérnio de vibrações que se mesclam e se confundem, gerando perturbações físicas e psíquicas, estimulando sentimentos que se desgovernam, o campo mediúnico se apresenta na condição de uma área perigosa quando não convenientemente cultivado.

Em razão desse inter-relacionamento vibratório, mentes desencarnadas ociosas ou más estabelecem conúbios que desarticulam o equilíbrio dos homens, dando gênese a problemas graves nos diversos e complexos setores da vida.

Agastamento e dispepsia, irritação e úlceras, cólera e gastrite, ciúme e neurose, mágoa e distonia emocional, revolta e dispnéia, ódio e extra-sístole entre outros fenômenos que aturdem e enfermam as criaturas, podem ter suas causas nessa sintonia generalizada com os Espiritos, quer encarnados ou desencarnados.

Quando diminuem, no organismo, os fatores imunológicos, sob qualquer ação, instalam-se as infecções.

Campo descuidado, vitória do matagal.

Águas sem movimento, charco sem triunfo.

Órgãos que não funcionam, atrofia em instalação.

***

Indispensável ergueres o padrão mental através do conhecimento espírita e da ação cristã.

O estudo dar-te-á diretriz, oferecendo-te métodos de controle e disciplina psíquica, enquanto a atitude conceder-te-á renovação íntima e conquista de valores morais.

A mente voltada para os relevantes compromissos da vida harmoniza-se, na mesma razão em que as ações de benemerência granjeiam títulos de enobrecimento para o seu agente.

Os Espíritos Superiores respondem aos apelos que lhes são dirigidos conforme a qualidade vibratória d que os mesmos se revestem.

Eis por que a paciência no contato com a dor dos semelhantes envolve o ser numa aura de paz, com sutis vibrações específicas que emitem e recebem ondas equivalentes.

Da mesma forma, a atitude pacífica e pacificadora, o exercício da caridade como materialização do amor fraternal, o perdão indistinto e a compreensão das faltas e deficiências alheias, proporcionam um clima vibratório que atrai as Entidades Elevadas interessadas no progresso do mundo e das criaturas que nele habitam.

Mente e sentimento, cultivando o estudo e o bem, transformam-se em usina de elevado teor, emitindo e captando mensagens superiores que trabalham para o bem geral.

***

Num momento de sintonia superior, Simão Pedro registrou o pensamento do Pai, afirmando ser Jesus o Messias esperado. Logo depois, atemorizado e enfraquecido, recebeu a idéia dissolvente dos Espíritos vulgares, que se candidatavam a perturbar a tarefa do Cristo ante o testemunho de amor para o qual Ele viera.

Maria era a famosa atormentada de Magdala enquanto sintonizava com os perversos obsessores que a vampirizavam. Mudando de atitude mental e de ação moral, fez-se redimir pelo amor, vinculando-se aos nobres ideais de elevação, com que ascendeu dos pélagos traiçoeiros às cumeadas do planalto da paz.

Saulo, vitimado pelo despeito e pelo ódio, deu-se campo mental aos opositores do Cristo, saindo a matar… Convertido, adotou o nome de Paulo e, renascendo dos próprios escombros, viu o Mundo Espiritual elevado no qual passou a viver psiquicamente, superando-se no sacrifício, na dedicação, até o momento do glorioso holocausto.

***

Na mediunidade a sintonia exerce o comando do fenômeno.

Estuda os teus registros mediúnicos e aplica-os na construção do bem, mantendo com os Espíritos Superiores o contato permanente que te elevará acima de todas as vicissitudes, plenificando-te desde já.

Divaldo Pereira Franco pelo Espírito Joanna de Ângelis, Otimismo – Ed.LEAL

Esse post foi publicado em Educação Mediúnica e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.