Os Animais de Estimação em Nossa Família

“Da mesma maneira que nós humanos aspiramos alcançar algum dia a angelitude na Vida Maior, personificada em Nosso Mestre e Senhor Jesus, eles, os animais, aspiram ser, no futuro distante, homens e mulheres inteligentes e livres. Assim sendo, nós podemos nos considerar como irmãos mais velhos e mais experimentados dos animais”.

(Francisco Cândido Xavier, jornal Folha Espírita, outubro de 1991)

Nós devemos amar os animais como irmãos na infância que trilham conosco a estrada evolutiva da alma, podendo extrair valiosos ensinamentos para a nossa vida, ao convivermos e nos relacionarmos com eles em nosso meio familiar.

Nesse sentido, o texto abaixo apresentado nos mostra algumas condutas caninas que podemos imitar. Ele foi elaborado por um autor desconhecido muito observador.

Condutas Caninas a serem seguidas por todos

  1. Nunca deixe passar a oportunidade de sair para um passeio.
  2. Alegre-se com o simples prazer de uma caminhada.
  3. Experimente a sensação do ar fresco e do vento na sua face, por puro prazer.
  4. Quando alguém que você ama se aproxima, corra para saudá-la (o).
  5. Se houver necessidade, pratique a obediência.
  6. Deixe os outros saberem quando eles invadiram o seu território.
  7. Sempre que puder, tire uma soneca e se espreguice antes de se levantar.
  8. Corra, pule e brinque diariamente.
  9. Coma com gosto e entusiasmo, mas pare quando já estiver satisfeito.
  10. Seja sempre fiel e leal.
  11. Nunca seja algo que você não é.
  12. Se algo que você deseja está enterrado, cave até o encontrar.
  13. Quando você sentir que alguém está passando por um mau dia, fique em silêncio, sente-se próximo e, gentilmente, tente agradá-lo.
  14. Quando quiser chamar a atenção, deixe alguém tocar você.
  15. Evite morder, quando apenas um rosnado resolver.
  16. Nos dias mornos, deite-se de costas sobre a grama.
  17. Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
  18. Se for censurado, não assuma a culpa que você não tem.
  19. Se errar e levar uma bronca, não fique amuado… Corra humildemente de volta para os seus amigos sinceros.

Geziel Andrade, Amor e Vida em Família – Editora EME

Esse post foi publicado em Os Animais e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.