A Ciência da Oração

A prece é uma ciência divina, que todos podemos compreender. Ela vem de eras remotas, vencendo o tempo e escalando espaços.

Muitas coisas são esquecidas pelos homens, entretanto, a oração permanece. Ela nos ajuda, nas horas difíceis, a suportarmos e superarmos as dificuldades. Ela assiste a nossa chegada à Terra e, também, a nossa partida. Tanto os desencarnados como os que vivem no mundo das formas a usam como súplica ou agradecimento, pois ela atende aos dois planos de vida.

Jesus usou largamente a oração e ensinou aos seus discípulos a orar, dando-lhes um molde que ficou na história de todos os povos cristãos da Terra e que é exercida com todo o respeito nos planos que habitamos. A prece é uma força espiritual qua nos capacita para todos os trabalhos e nos ajuda em todas as atividades que nos compete realizar.

Orar é uma ciência sobremaneira divina. Quando aprendermos seus reais valores, estaremos de posse da verdadeira senda da iniciação, como o caminho para os mundos superiores. Alcançamos, com a prece, a dimensão maior onde poderemos sorver o elixir da longa vida e a substância que garante a nossa paz.

Quem aprendeu a orar tem sempre em seus lábios o sorriso de contentamento, não reclama dos acontecimentos, aceita o que surgir em seu caminho, lutando para melhorar sem a extravagância da violência. Quem se afeiçoou à oração a ninguém fere, nem ofende  com as injúrias, porque o coração vive em paz, paz esta haurida na prece sob o comando do Amor. Quem confia na súplica jamais se esquece do seu dever para com Deus e o próximo, e alimenta todo ânimo que incentiva à fraternidade.

Somos muitos os Espíritos que trabalhamos no sentido de anunciar o valor da oração, bem como e, certamente, a sua grande ciência. A prece não é como muitos pensam ser: palavras que saem dos lábios, simples sons articulados. Ela é o veículo por onde chega até nós o energismo divino, desde quando os sentimentos estejam em plena concordância com o amor.

Deves, no momento de orar, entregar-te à Divindade e sentir como se estivésses diante de Jesus, ouvindo e vivendo com Ele os seus mais altos conceitos de caridade, de perdão e de fraternidade universal. Não existe cura verdadeira sem oração. Eis porque, em todos os métodos de cura, nós a usamos para alcançar o beijo da luz de Deus, que se transforma em nosso peito em magnetismo animal, para curar os nossos semelhantes. Essa composição sobremodo superior é feita pela força do amor.

O trabalho também é uma prece, mas não podemos esquecer a prece da gratidão, que sobe em busca do Criador em forma de reconhecimento.

Se todas as ciências do mundo procurassem estudar e compreender a ciência da oração, os caminhos da vida ficariam mais fáceis de serem trilhados e os ajustes científicos mais seguros nas suas diretrizes. Ela pode entrar em tudo no mundo, desde o alvorecer do dia, no acervo de lutas do camponês até os altos gabinetes dos dirigentes das nações. A prece sempre nos ajuda a fazermos o melhor; ela é uma lei espiritual e deveria estar presente em todos os labores da vida física.

Quem ora nos moldes do Evangelho é cheio de esperança e acredita nos altos conceitos do amor, passando a compartilhar a paz com a fraternidade universal. Quem ora, acende uma luz e quem conhece a ciência da oração descobre um sol, que é Deus em Jesus e Jesus em nós.

João Nunes Maia pelo Espírito Miramez, Saúde – Ed. Fonte Viva

Anúncios
Esse post foi publicado em Sobre as Preces e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.